Planejamento de uma viagem bate e volta

Quer aproveitar o feriado? Veja como montar uma viagem rápida de maneira estratégica!

Para muita gente, um feriado prolongado é sinônimo de uma viagem rápida. A primeira coisa a se fazer é procurar como comprar passagem de ônibus pela internet. Além de mais econômica, é possível olhar os horários e os melhores preços para seu bolso.

O detalhe, porém, é que uma viagem bate e volta não se resume às passagens. Por ser um tempo curto, cada detalhe precisa ser bem pensado para que haja um bom proveito. Confira agora como planejar a sua!

Elabore um roteiro

Sua viagem será rápida, portanto, é preciso evitar perdas de tempo para aproveitar os pontos turísticos que deseja conhecer. Crie um roteiro de viagem com tudo o que deseja visitar e como chegar até cada local: a saída será da hospedagem ou de um ponto a outro? Os roteiros são fáceis ou é melhor ter um guia? É possível chegar com um veículo convencional ou específico (um jipe, por exemplo)?

Parece bobagem, mas um bom roteiro evitará diversos problemas e ainda será mais econômico, pois evita gastos desnecessários com uma rota desconhecida.

Otimize a bagagem

Uma viagem curta não precisa de uma bagagem ampla. É possível montá-la de maneira “estratégica” e levar apenas uma mochila, dependendo do tamanho. O bom da mochila, aliás, é que ela pode ser levada a diversos locais, dispensando o uso de bolsa.

Novamente, é preciso pensar no destino. Uma casa na praia não precisa dos mesmos itens que o campo. Porém, alguns itens são imprescindíveis. Veja:

  • kit saúde: remédios de uso rotineiro, medicamentos para emergências e mal-estar, termômetro, curativos, álcool 70 (em frascos pequenos e portáteis) e um inalador, caso alguém sofra de doenças respiratórias;
  • carteira de identidade, de motorista e demais documentos;
  • higiene: muita gente deixa para comprar no local, mas se você já tem em casa, é hora de economizar. Coloque na sua mala shampoo, condicionador e creme em frascos de viagem, desodorante, escova, pasta de dentes, fio dental e pente;
  • calçados: um chinelo para descansar os pés dentro e/ou fora de casa e um sapato que seja versátil para os locais que vai visitar. Um tênis de passeio e um sapato de salto baixo ou mocassim são boas opções.
  • filtro solar é item obrigatório para qualquer destino. Se a viagem for para o meio do mato, o repelente também é essencial;
  • roupa para dormir e pelo menos um agasalho.

Se possível, vista os itens mais pesados para economizar espaço na bagagem. 

Procure hospedagens confiáveis

O ditado “o barato sai caro” não é clichê à toa. Isso não significa, claro, que um lugar mais em conta será ruim, mas é preciso procurar por custo-benefício, não apenas por quem cobra menos.

Quando se fala em hospedagem, é muito fácil cair em ciladas. O ideal é procurar em sites confiáveis, que mostrem as notas dos usuários e comentários sobre o local. Assim, é possível até descobrir potenciais rotas, pois muitos explicam se a residência fica perto ou longe de pontos turísticos.

O ideal é sempre ter uma hospedagem, mesmo que a viagem seja de um dia. Assim, haverá um local onde deixar seus itens com segurança e, caso haja algum problema que interfira a volta, será possível estender a estadia. Mas você também pode analisar as condições da rodoviária e descobrir se dá para esperar por lá com o mínimo de conforto.

Acompanhe a previsão do tempo

A tão sonhada viagem para a praia pode se transformar em um pesadelo com uma simples chuva. Por isso, antes de sair de casa e até de montar sua mala, dê uma olhada na previsão do tempo. Por mais que possa mudar, ela dá um norte sobre o que levar na mala e até mudanças de rota caso não seja possível visitar algum destino.

Deixe comentário

Seu endereço de e-mail não será publicado. Os campos necessários são marcados com *.